PAÍS

PAÍS -

587 acidentes registados durante a campanha “Não atropele os seus planos”

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Na Campanha de Segurança Rodoviária “Não atropele os seus planos”, da responsabilidade da ANSR, GNR e PSP e que decorreu nos dias 24 e 25 de Novembro, foram  registados um total de 587 acidentes, de que resultaram 1 vítima mortal, 6 feridos graves e 153 feridos leves. A campanha teve como objectivo «alertar condutores e peões para a importância de cumprirem as regras de segurança rodoviária e de redobrarem cuidados na estrada, garantindo uma coexistência segura, sem atropelamentos».

Inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2020, a campanha foi divulgada nos meios digitais e através de seis acções de sensibilização da ANSR, realizadas em simultâneo com as operações de fiscalização realizadas pela GNR pela PSP, na Guarda, Viseu, Coimbra, Pombal, Sintra e Lisboa.

SENSIBILIZAÇÃO

PUBLICIDADE

Na campanha foram ainda sensibilizados 330 peões e condutores

Os condutores e peões abordados nas acções de sensibilização mostraram «compreender a necessidade de se efetuarem operações de fiscalização, tendo ficado impactados com as mensagens transmitidas, sugerindo que se deveriam fazer mais acções como esta», pode ler-se em nota enviada.

10.783 VEÍCULOS FISCALIZADOS E 4.120 INFRACÇÕES REGISTADAS 

Durante as operações das Forças de Segurança, realizadas nos dias 24 e 25 de Novembro, «foram fiscalizados 10.783 veículos, tendo sido registado um total de 4.120 infrações, das quais 1.394 consideradas como potenciadoras de atropelamentos: 19 por desrespeito das regras de prioridade; 24 por não cedência de passagem aos peões; 236 por estacionamento indevido; e 1.115 por excesso de velocidade, sendo estas infrações consideradas como potenciadoras de atropelamentos».

Com esta campanha, simultaneamente implementada a nível nacional por todas as entidades envolvidas, «foi dado mais um passo para o envolvimento dos condutores no desígnio de tornar a segurança rodoviária uma prioridade de todos», acrescentam.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS