BRAGA

BRAGA -

Mais de 5.000 detidos na operação ‘Verão Seguro 2020’ da PSP

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Foram detidas mais de cinco mil pessoas entre 1 de Junho e 30 de Setembro, no âmbito da operação ‘Polícia Sempre Presente – Verão Seguro 2020, anunciou a PSP esta sexta-feira.

Segundo um balanço final da operação, a PSP realizou, durante aquele período, 8.877 operações, nas quais foram detidas 5.294 (mais 73% do que na operação de 2019).

Destas detenções, 1.228 deveram-se a condução sob influência do álcool, 1.665 por falta de habilitação legal, 486 por tráfico de droga, 181 por furto e 69 por roubo.

PUBLICIDADE

Durante a operação, foram apreendidas 181 (menos 16% que em 2019) armas de fogo e 700 (+ 154%) outras armas.

No que diz respeito a estupefacientes, a PSP apreendeu 484.750 doses (+246% do que em 2019), 201.962 doses de haxixe, 71.087 doses de heroína, 109.494 doses de cocaína, 8.767 comprimidos ecstasy e 85.440 doses de outras drogas.

Quanto à fiscalização rodoviária, a PSP fiscalizou 84.633 viaturas, de que resultaram 63.961 (+37% que em 2019) autos de notícia por contra-ordenação elaborados por infracção rodoviária.

Entre as infracções detectadas destacaram-se 6.649 (+111%) condutores em excesso de velocidade e 2.482 (+ 46%) por utilização do telemóvel durante a condução.

A operação integra também o programa ‘Estou Aqui’, tendo sido distribuídas este ano 22.480 pulseiras, sem registo de qualquer accionamento por desaparecimento da criança, e o programa ‘Chave Directa’ que registou com 1.525 pedidos de vigilância de residências.

A operação ‘Polícia Sempre Presente – Verão Seguro 2020’ visou a prevenção e fiscalização no contexto da Segurança Rodoviária, a implementação do ‘Programa – Chave Directa’, o lançamento da edição 2020-2021 do ‘Estou Aqui’ e a monitorização do cumprimento das medidas em vigor no âmbito da pandemia da Covid-19, reforçando a informação e sensibilização para o cumprimento do quadro legal e das recomendações das autoridades de saúde.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS