VILA VERDE

VILA VERDE -

8ª edição do MobiCurtas contou com participação de Abi Feijó, mestre do cinema de animação

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Casa do Conhecimento de Vila Verde acolheu, esta quarta-feira, a 8ª edição do MobiCurtas, um evento que contou teve a participação especial de Abi Feijó, realizador e produtor cinematográfico, detentor de vasta obra na curta-metragem de animação e com reconhecimento internacional. O evento teve uma assistência de mais de 600 pessoas, entre alunos e professores.

A iniciativa, realizada em duas sessões, uma de amanhã e outra de tarde, contou com a presença da Vereadora da Cultura, Júlia Fernandes, que destacou o «forte cariz» do projecto, «ansiado pelos alunos das escolas do concelho e que ao longo dos anos os tem envolvido sempre de modo distinto, potenciando novas aprendizagens», pode ler-se em nota enviada. Destaca, ainda, a «importância da participação de excelência de Abi Feijó», um indiscutível Mestre do Cinema de Animação e um significativo contributo para o MobiCurtas.

As sessões foram assistidas à distância por um vasto número de participantes, nomeadamente professores e alunos em contexto de aula, numa «estimativa de mais de 600 pessoas abrangidas».

PUBLICIDADE

Da apresentação, fez parte um conjunto de filmes comentados após visualização, havendo sempre especial destaque para a variedade de técnicas utilizadas e para a contextualização do momento em que foram realizados ou produzidos. Dado o vasto leque de técnicas que utiliza, desde o recorte, à plasticina, à areia, ao lápis entre muitas outras, sublinhou que a sua «técnica preferida é mudar de técnica». Quanto à sua postura perante o cinema de animação, passa por «impor-se a desafios constantes que incentivem a criatividade e a aprendizagem, encontrando no novo e na mudança a  motivação».

O cineasta presenteou o público com as curtas-metragens “Oh que Calma”, “Fado Lusitano” e “Casa Museu de Vilar” de sua autoria, “Kali, O Pequeno Vampiro” de Regina Pessoa, “Amélia e Duarte” de Alice Guimarães e Mónica Santos e “Ride” de Paul Bush e, ainda, três filmes resultantes de workshops “Aves Raras” e  “Assombriação” da EB Lousada Este – Caíde de Rei e “ O tempo não para” da Escola Secundária de Lousada.

“MOBICURTAS”

Este projecto – desenvolvido em parceria com a Rede de Clubes Casa do Conhecimento, da qual faz o Agrupamento de Escolas de Moure e Ribeira do Neiva, o Agrupamento de Escolas de Prado, o Agrupamento de Escolas de Vila Verde, a Escola Secundária de Vila Verde e a Escola Profissional Amar Terra Verde – contou, este ano, com a participação da Rede Casas do Conhecimento, em especial a Casa do Conhecimento da Universidade do Minho, a Casa do Conhecimento de Boticas, a Casa do Conhecimento de Montalegre e a Casa do Conhecimento de Paredes de Coura.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.