SOCIEDADE -

SOCIEDADE - -

Acção cívica “Como fazer campanha a sério” para «surpreender os políticos e evidenciar a caducidade do actual modelo de campanha»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A acção cívica “Como fazer uma campanha a sério!”, com o objectivo de «surpreender os políticos e evidenciar a caducidade do actual modelo de campanha da maioria dos partidos», teve a seu primeira acção, através de uma interpelação feita por um cidadão ao líder do PPD-PSD, Rui Rio, que esteve de visita a Braga esta quarta-feira.

O cidadão responsável pela iniciativa e habitual praticante de “plogging”, Carlos Dobreira, explica, em comunicado enviado, que «em Braga, pelas 12h30, perante 10 010 beatas de cigarro, recolhidas no Santuário do Bom Jesus e imediações entre 3 de Junho e 31 de Julho, o líder do PPD-PSD foi questionado sobre o que pensa da pegada ecológica avassaladora que assola Portugal».

«O líder do PPD-PSD foi exortado a assumir uma posição firme face ao exposto e a ter um discurso objectivo sobre os problemas reais da sociedade portuguesa», pode ler-se.

PUBLICIDADE

E acrescenta: «No âmbito de visita ao Santuário, rodeado de jornalistas, tomou ainda conhecimento das lixeiras existentes na Torre – Serra da Estrela (em terrenos de Alvoco da Serra, Loriga, São Romão e Seia), Sameiro e Falperra, sendo convidado a visitar os locais em causa», onde «é visível a pegada ecológica com a observação de arames, frigoríficos, aspiradores, betão, parafusos, trenós partidos, vidros, resíduos recicláveis, beatas de cigarro, lixo indiferenciado, peças de automóveis, latas, ferro, fitas métricas, copos de plásticos, caricas, embalagens de gelados e dejectos de animais».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS