BRAGA –
Acusado de homicídio homem que tentou alvejar outro por causa do Facebook em Braga

O Ministério Público acusou de um crime de homicídio, na forma tentada, um homem que em Maio tentou alvejar um outro em Braga, na sequência de um confronto relacionado com umas mensagens trocadas entre ambos nas redes sociais.

Em nota publicada, esta terça-feira, na sua página da Internet, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto refere que o Ministério Público considerou indiciado que o arguido só não disparou porque a arma encravou.

PUBLICIDADE

De acordo com a acusação, o arguido e a vítima combinaram encontrar-se em Braga, em 13 de Maio de 2019, “para se confrontarem um com o outro por causa de umas mensagens trocadas entre ambos nas redes sociais”.

A acusação acrescenta que, por recearem que esse encontro pudesse degenerar em violência, ambos se fizeram acompanhar de conhecidos e que o arguido levou mesmo consigo uma pistola transformada de calibre 6.35 milímetros e um aerossol de defesa.

“O Ministério Público considerou indiciado que no decurso do encontro os dois se desentenderam e que depois de ter sido esbofeteado pelo outro indivíduo o arguido procurou alvejá-lo a tiro com a arma que portava, só não o logrando por esta ter encravado”, sublinha a nota.

O arguido está acusado da prática de um crime de homicídio na forma tentada, agravado pelo uso de arma, e de um crime de detenção de arma proibida.