BRAGA

BRAGA -

AGERE explica maus cheiros com obras na ETAR de Frossos – E pede paciência aos moradores afetados

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A AGERE, empresa municipal de água, resíduos e saneamento de Braga,  explicou, hoje, em comunicado, que os maus cheiros provenientes da ETAR de Frossos se devem a “importantes intervenções de manutenção que terão impactes muito positivos no funcionamento”. E pede paciência aos moradores da zona.

O documento. assinado pelo seu gestor, Rui Morais a empresa sublinha que a manutenção se prolonga até ao fim de abril: “está a ser feita tanque a tanque, pelo que, à medida que individualmente se vai concluindo a intervenção em cada um, será expectável um melhoramento das referidas condições”.

A tomada de posição da AGERE segue-se a diversos protestos de residentes na zona, incomodados com o “cheiro nauseabundo” existente na zona e que entra pelas casas.

PUBLICIDADE

A firma vai distribuir um documento pelas habitações envolventes à área da ETAR de Frossos, no qual explica a situação.

Rui Morais apela “à compreensão dos bracarenses afetados”, e lembra reforça que se encontra em fase final de preparação o Concurso Público para a construção da nova ETAR de Braga, a denominada ETAR do Este, que custará cerca de 26 milhões de euros, e que permitirá aliviar de modo significativo a pressão ambiental sobre a Ribeira de Panoias, na medida em que parte do caudal que agora aflui à ETAR de Frossos passará a ser tratado nessa nova ETAR “.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS