CRIME –  Apoderou-se de peças de ourivesaria e foi preso

CRIME –
Apoderou-se de peças de ourivesaria e foi preso

Um homem, de 65 anos, foi detido na Póvoa de Lanhoso por abuso de confiança. O suspeito, que mantinha uma relação comercial e de confiança com o lesado, apoderou-se de peças de ourivesaria, no valor estimando de 23 mil euros, que teriam como destino a venda a um presumível cliente, explica a GNR em comunicado.

Após o lesado confirmar que a venda não se tinha concretizado, o visado recusou-se a devolver as referidas peças.

A GNR, no âmbito do processo-crime, efectuou duas buscas tendo recuperado o seguinte material: um relógio de bolso, dois candelabros em prata e uma balança de precisão.

PUBLICIDADE

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coacção de termo de identidade e residência.