POLÍTICA

POLÍTICA -

Apoiantes de Barreto contra «queixas e cartas anónimas» no PS/Vila Verde

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Em Vila Verde, as eleições para a Federação Distrital do PS de Braga agravaram clivagens no seio da concelhia socialista. O resultado eleitoral deixou satisfeitos os apoiantes de Joaquim Barreto, apesar da derrota local (54-88).

Esse cenário é visível numa publicação do deputado municipal João Araújo Silva – apoiante de Barreto – no Facebook, onde alude a ocorrências e comportamentos que repudia, apontando baterias a “nomes sonantes, líderes, ex-líderes, ex-vereadora, instituições”. E lamenta a prática de envio de “cartas e queixas anónimas”.

PUBLICIDADE

Em contraponto com a vitória de Joaquim Barreto no distrito, em Vila Verde ganhou o opositor vimaranense Ricardo Costa (88 votos contra 54).

Barreto teve ainda assim, na perspectiva de João Silva, “um resultado magnífico e histórico”. O reeleito presidente da Distrital contava, por exemplo, com o apoio do presidente da Junta de Soutelo, Filipe Silva, e de Nídio Silva.

Do lado de Ricardo Costa estavam o actual líder da concelhia, Samuel Estrada, o antecessor e vereador José Morais e o ex-deputado Martinho Gonçalves, entre outros.

João Silva fala nas expectativas dos apoiantes de Ricardo Costa falhadas nas urnas e lamenta atitudes durante o acto eleitoral: “um deles, desesperado, estava na rua, na entrada da sede, a pedir votos”. Na publicação, diz que os líderes concelhios do PS “nunca ganharam uma eleição autárquica desde 1974, sendo inclusive massacrados nas freguesias onde vivem e residem”.

“Tentaram afastar alguns militantes nas últimas eleições concelhias, mas perceberam que não conseguem, mesmo com o apoio de nomes sonantes, líderes, ex-líderes, ex-vereadora, instituições, etc… e um trabalho diário durante 8 meses! Estamos juntos por um PS vitorioso, que saiba ganhar, com líderes sem agendas secretas e de grupos secretos, que façam pela política pela seriedade e pela positiva, sem cartas e queixas anónimas”, denuncia João Araújo Silva nas redes sociais.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS