REGIÃO

REGIÃO -

“AquaLibri”. Está aí a chegar a nova Biblioteca Digital do Cávado

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

“AquaLibri” é o nome da nova Biblioteca Digital do Cávado, um projecto desenvolvido pela Rede Intermunicipal de Bibliotecas de Leitura Pública do Cávado (RIBCA), criada em 2018 no âmbito da Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado), englobando as bibliotecas municipais de Amares, Barcelos, Braga, Esposende e Vila Verde e o município de Terras de Bouro. «Prestes a abrir portas», a biblioteca foi financiada pelo programa PADES, da Direcção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB) e tem por objectivo «disponibilizar, em suporte digital e em acesso livre, a documentação bibliográfica, visual, multimédia, entre outras, mais relevante da história de cada Município».

FORMAÇÃO ESPECIALIZADA AOS PROFISSIONAIS

Acompanhando a criação da biblioteca digital do Cávado, as bibliotecárias e profissionais da informação da região «usufruirão de uma formação especializada, que lhes permitirá gerir e desenvolver o projecto», que ambiciona «constituir-se como o grande repositório de documentação regional, espelhando os municípios do Cávado nas suas várias vertentes, desde a histórica e patrimonial, à natural, geográfica e física, da sociedade e cultura material à cultura imaterial».

PUBLICIDADE

«PROJECTO PARTICIPATIVO»

A “AquaLibri” é um projecto «participativo» que pretende «estimular os cidadãos a colaborar, enviando para arquivo imagens, documentos de família e outros recursos de informação que retratam a paisagem humana e física da região».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS