BRAGA

BRAGA -

Arquidiocese oferece Hotel no Sameiro pa­ra refugiados ucrani­anos e Câmara paga as despesas  

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A empresa Hotéis do Bom Jesus, proprieda­de da Arquidiocese de Braga, cedeu gratui­tamente, no quadro de um protocolo com a Câmara de Braga, o Hotel João Paulo II, no Sameiro para o acolhimento de refu­giados ucranianos.

O acordo, que vai ser debatido e votado, segunda-feira, em reunião do Executivo prevê que a Autarquia pague a água, a lu­z, o gás e outras de­spesas, nomeadamen­te as de limpeza, do chamado Centro de Acolhimento Temporári­o, onde já estão 87 pessoas oriundas da Ucrânia, 43 das quais chegadas esta noite.

PUBLICIDADE

Os refugiados serão, agora, acompanhados pela Divisão de Coe­são e Solidariedade da Câmara Municipal, Instituto da Segura­nça Social, Alto Com­issariado para as Migrações, e por par­ceiros como a delega­ção localda Cruz Ver­melha Portuguesa e Cáritas.

A cedência é feita por um mês, mas o pro­tocolo prevê que se renove automaticamen­te enquanto o espaço for necessário.

MULHERES EM MAIORIA

Maioria são mulheresretanto, o grupo de 43 pessoas que an­tontem chegou ao Sam­eiro tem a seguinte caracterização: 33 são do sexo feminino, 10 do masculino, do­is são bebés com 1 ano, três são menin­as com idades entre os 3 e os 5 anos, 5 meninas e dois menin­os com idades entre os 6-10.

Cinco outros são pré-adolescent­es (10-14 anos), sen­do uma rapariga e qu­atro rapazes, três são adolescentes (15-­18 anos), sendo uma rapariga e dois ra­pazes. Adultos são 22, apenas veio um jo­vem com 23 anos. E apenas uma idosa com 66 anos

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.