COVID-19

COVID-19 -

Associação Portuguesa de Empresários de Restauração Itinerante pede apoio para o sector

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Associação Portuguesa de Empresários de Restauração Itinerante (APERI), o pradense Vítor Manuel Alves, defende que o sector vive uma crise sem precedentes e pede o apoio do Estado para minimizar os impactos provocados pela pandemia Covid-19.

«Os apoios são curtos e muitas vezes inacessíveis. Não nos isentam de qualquer tipo de imposto ou da Taxa Social Única, mas, por exemplo, os veículos só podem transportar este tipo de material. Por que razão cobram o imposto se o veículo não vai circular?», questiona.

PUBLICIDADE

Vítor Manuel Alves lembra que este Verão «vai ser diferente de todos os outros», devido ao cancelamento de muitas romarias e festas populares, e sugere a criação de «pequenos parques provisórios, em cidades», assegurando que os profissionais «conseguem implementar as medidas impostas» pela Direcção-Geral de Saúde.

«As famílias estão desesperadas. Não se vê a luz ao fundo do túnel. Somos esquecidos, ninguém se lembra de nós», aponta.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.