BRAGA

BRAGA -

BE Braga quer plataforma para salvaguardar Quinta da Arcela de «mais construção»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Bloco de Esquerda (BE) defende a criação de uma plataforma e de uma estratégia de actuação envolvendo moradores e diferentes forças vivas de Braga para salvaguardar os mais de quatro hectares de espaço verde da Quinta da Arcela, localizada na freguesia de Lamaçães, e propriedade do Ministério das Finanças.

A ideia foi manifestada num encontro promovido pelo partido da Catarina Martins para ouvir os moradores da freguesia e todos os interessados em para salvaguardar “aquele espaço verde único da cidade”, que “apesar da sua importância, o terreno da antiga estação agrária encontra-se esquecido e votado ao abandono”.

No encontro, que contou com a presença de representantes da Federação das Associações de Pais de Braga, da Associação de Pais da EB 2/3 de Lamaçães, do Agrupamento de Escolas D. Maria II, da Junta Freguesia de Nogueira, Fraião e Lamaçães e do movimento SOS Árvores de Braga, foi, afirma o BE, “unânime” a necessidade de proteger aquele espaço verde, evitando “mais construção numa zona da cidade com elevada densidade urbana”. 

PUBLICIDADE

“Uma intervenção minimalista no terreno permitiria converter o espaço num parque público, trazendo múltiplos benefícios aos moradores da freguesia e a todos os bracarenses”, sustentam os bloquistas.

Ainda segundo o Bloco, os participantes defenderam “a existência de um espaço verde amplo no coração de Lamaçães para poderem usufruir de atividades ao ar livre”, tendo sido identificada “a falta de zonas verdes para as crianças brincarem, para passear animais de estimação, para a socialização e para a prática de exercício físico”.

“Um parque público na Quinta da Arcela ajudaria a suprir as carências identificadas”, argumenta,

Umas das decisões que saiu do encontro foi a de organizar uma plataforma cívica pela defesa da Quinta da Arcela enquanto parque público.

Recorde-se que, em Dezembro passado, os deputados bloquistas Alexandra Vieira e José Manuel Cardoso interpelaram o Governo no Parlamento sobre a Quinta da Arcela, sugerindo ao Ministério das Finanças a disponibilização do terreno ao município de Braga na condição de este o converter num parque público.

Bloco de Esquerda assegura que até à data não obteve qualquer resposta do Governo. Contudo, “soube pela comunicação social que o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, prefere que ali seja construído um quartel da GNR”, o que lamenta.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.