BRAGA

BRAGA -

BE quer saber quantas crianças tinham acesso a refeições antes da pandemia em Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os deputados municipais do Bloco de Esquerda (BE) querem saber quantas crianças do concelho de Braga, que frequentam o 1.º ciclo e o ensino pré-Escolar, beneficiaram do escalão A e B da Acção Social Escolar e apelam para a autarquia faça chegar refeições a todas as crianças e às suas famílias.

O motivo da pergunta, explica a comissão Coordenadora Concelhia bloquista, prende-se com “o facto do presidente da Câmara de Braga ter feito declarações à imprensa, onde afirmava que a procura de refeições escolares durante a pandemia tinha sido “residual”, razão pela qual não se mostrava disponível para prolongar essa oferta durante o mês de Agosto”.

Em requerimento à presidente da Assembleia Municipal de Braga, o BE diz estimar que “sejam centenas as crianças que por serem de oriundas de famílias com dificuldades, beneficiavam dos escalões A e B, no início do ano lectivo, não sendo razoável pensar que, com a pandemia a sua situação sócio-económica tenha melhorado, bem pelo contrário”.

PUBLICIDADE

“Dizer, por isso, que a procura foi residual, significa que a autarquia e os agrupamentos, não conseguiram encontrar forma de suprir esta necessidade, pois as famílias não solicitaram as refeições por desconhecimento, ou por receio de saírem à rua para as irem levantar”, argumenta o Bloco.

Com as escolas fechadas “urge, por isso, chegar junto de todas as crianças e das suas famílias, levando-lhes a refeição, se necessário for, ou definindo pontos de entrega em zonas relativamente próximas dos seus locais de residência, no sentido de ultrapassar também a barreira da distância”.

Os bloquistas insistem apelar à Câmara de Braga, “no sentido de implementar esta medida e de a estender aos irmãos mais velhos de cada agregado, que frequentem os 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário nas várias escolas, concertando com os agrupamentos uma forma destes pagarem à autarquia este serviço que, para os alunos a partir do 5.º ano não é da responsabilidade camarária”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.