BRAGA

BRAGA -

Bloco quer desimpedido acesso ao rio Cávado em Braga 

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os deputados do Bloco de Esquerda (BE) José Maria Cardoso e Alexandra Vieira questionaram o Ministério do Ambiente e c Climática na sequência de denúncias da população do concelho de Braga sobre uma situação de obstrução de acesso e passagem num troço da margem do rio Cávado, na freguesia de Palmeira. 

Os bloquistas querem que o Governo esclareça “como vai proceder para repor a legalidade”.

De acordo com as informações recebidas pelo Bloco, “o proprietário da ‘Quinta dos Ingleses’, Carlos Dias, obstruiu a passagem e o acesso àquela zona da margem do Cávado, empilhando troncos e ramos de árvores e colocando amontoados de terra”.

PUBLICIDADE

No documento entregue na Assembleia da República, os deputados do BE eleitos pelo círculo de Braga salientam que “a passagem na margem do Cávado obstruída é utilizada com regularidade pela população local para a prática de desporto e actividades de lazer e de recreio”.

“O Bloco de Esquerda considera inaceitável que esteja a ser impedido o acesso e a passagem à população num troço da margem do rio Cávado. Esta situação, manifestamente ilegal por impedir o acesso a uma zona inserida no Domínio Público Hídrico, deve ter uma resposta célere e eficaz das entidades competentes para que a legalidade seja reposta e para que a população possa usufruir da passagem e do acesso ao local ao qual tem pleno direito”, afirmam os deputados.

Legenda: Foto Diário do Minho

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS