POLÍTICA -
Bloco «saúda intervenção social» do Agrupamento de Escolas de Prado

O Bloco de Esquerda reuniu, na manhã desta terça-feira, com a direcção do Agrupamento das Escolas (AE) de Prado, com o objectivo de «tomar conhecimento da redução do abandono escolar e do sucesso educativo dos alunos e alunas, em particular dos alunos de etnia cigana, bem como perceber como decorreu o arranque do ano escolar».

Em nota enviada, os bloquistas apontam que «de acordo com as informações recolhidas, este trabalho de redução do abandono escolar para próximo de zero tem sido possível graças ao facto de o agrupamento estar classificado como Território de Intervenção Prioritária (TEIP), o que permite contar com a intervenção de uma psicóloga, uma técnica de intervenção social e uma assistente social».

E acrescentam que registam «com agrado o sucesso do trabalho de inclusão, indo de encontro ao referido no programa eleitoral, que defende o reforço de respostas de educação inclusiva com contratação de terapeutas e de técnicos especializados».

PUBLICIDADE

No mesmo comunicado, o Bloco de Esquerda aponta ainda que o seu programa inclui, ainda, como proposta, «a gratuitidade dos manuais escolares, a melhoria da acção escolar, a gestão pública das cantinas, a rede de creches públicas e gratuitas, o programa de rejuvenescimento do corpo docente e o regresso da gestão democrática».

Os candidatos visitaram também as obras de reabilitação da escola, que incluem, essencialmente, a remoção do amianto, a reabilitação acústica e térmica do edificado e a construção de um novo edifício de sala de aulas.