BRAGA -

BRAGA - -

Braga debateu ‘Empresas verdes para regiões e cidades mais verdes’

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O papel dos contratos públicos ecológicos na promoção da inovação em energias renováveis, foi o tema do encontro que decorreu esta sexta-feira, no Altice Forum Braga. Promovido pela InvestBraga e pela European Association of Development Agencies (EURADA) o workshop serviu de mote para uma partilha de experiências de empresas municipais e de empresas privadas em matéria de contratação pública ecológica e de compras sustentáveis.

A abertura do encontro esteve a cargo de Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga e da InvestBraga, onde foram debatidos, ainda, diversos assuntos como as regras de contratação pública europeias e portuguesas que promovam compras públicas ecológicas inovadoras, os recentes resultados da investigação internacional sobre fornecimento verde, ou os problemas e soluções para as autoridades regionais e as PME’s no âmbito da contratação pública ecológica.

Pedro Salomé, do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia apresentou a forma como a Nanociência e a Nanotecnologia podem contribuir para as energias renováveis.

PUBLICIDADE

O workshop teve também uma componente de partilha de soluções ecológicas em curso neste momento por diversas empresas e entidades de Braga. Carlos Silva, administrador executivo da InvestBraga, deu o mote para a sessão ‘Apresente as suas Soluções Ecológicas, com a apresentação da InvestBraga e as suas áreas de actividade, assim como as perspectivas reais para que as mesmas implementem sistemas e formas de sustentabilidade.

Sandra Cerqueira, dos TUB, trouxe também a debate o tema das compras verdes e sustentáveis daquela empresa municipal. As evidências de algumas tendências verdes e sustentáveis, a mobilidade sustentável, assim como as barreiras e soluções para as autoridades públicas locais para promover o GPP.

Sandro Louro apresentou, por sua vez, a prática de compras verdes do município bracarense.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS