BRAGA

BRAGA -

Braga é o terceiro distrito mais procurado para comprar casa

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Braga foi o terceiro distrito mais procurado para comprar casa no primeiro trimestre deste ano, segundo os dados avançados esta segunda-feira pela plataforma Imovirtual.

Em comparação com o último trimestre de 2021, regista-se um aumento geral de +8% de utilizadores a procurar casa entre Janeiro e Março de 2022.

No top10 das regiões mais procuradas estão ainda Lisboa, Porto, Setúbal, Leiria, Faro, Aveiro, Coimbra, Viseu e Santarém.

PUBLICIDADE

No geral, todas as regiões revelam um aumento de procura no primeiro trimestre deste ano, face ao último trimestre de 2021. Faro (+37), Setúbal (+24%), Braga (+23%), Aveiro e Évora (+21% em ambas) são as que revelam maior crescimento da procura, o que demonstra maior interesse fora das duas grandes áreas metropolitanas. Já a Guarda (+6%) revela o menor crescimento, ainda que positivo.

O maior crescimento da procura, em comparação com o último trimestre do ano passado, acontece nos distritos fora das grandes metrópoles. Faro, em 6º lugar das regiões mais procuradas, revela o maior aumento (+37%). No geral, há +8% de pessoas a procurar casa neste período, sobretudo entre os 35 e os 44 anos.

Quem mais procurou casa no primeiro trimestre de 2022 foram as faixas etárias dos 35 aos 44 anos (25%) e dos 45 aos 54 anos (22%), que juntas representam quase metade do total da procura. Estes dados mostram a alteração face ao mesmo trimestre do ano passado, quando havia maior procura por jovens

Apesar das pessoas entre os 35 e os 54 anos serem as que mais procuram comprar casa, o maior aumento (+17%) verifica-se na faixa etária dos 18-24 anos, logo seguidos pela faixa etária dos 35-44 anos (+13%). Já a faixa etária dos 55-64 anos é a única que procura menos casa, com um decréscimo de -9% face ao último trimestre.

Apesar do crescimento que o primeiro trimestre de 2022 revela face ao trimestre anterior, há um decréscimo de -23% quando comparado ao mesmo período do ano passado, altura em que a maior procura provinha do grupo entre os 25 e os 34 anos. O maior decréscimo de procura face a este período acontece nas pessoas entre os 55-64 anos (-33%), seguidas pelos grupos dos 18 aos 34 anos, com -29% da procura.

“A maior procura face ao final de 2021 revela a boa dinâmica do mercado, apesar do decréscimo geral quando comparado com o primeiro trimestre do ano passado. Tal acontece porque muitas das pessoas que, na altura, procuraram casa terão já adquirido residência. As condições associadas à pandemia que ainda se experienciavam em 2021 podem justificar a maior procura por faixas etárias mais jovens nesse ano, como a necessidade de independência face à família e a possibilidade do teletrabalho”, explica Ricardo Feferbaum, director geral do Imovirtual.

 

LEGENDA: Entre Janeiro e Março de 2022, a procura aumentou 8%

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.