BRAGA

BRAGA -

Braga lança plataforma de acesso às obras municipais numa aposta em «política de transparência»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Município de Braga vai disponibilizar uma plataforma online que permite a qualquer cidadão ter acesso a todas as informações sobre as obras municipais em todas as freguesias bracarenses. Esta plataforma tem o nome de “A Melhorar Braga” e estará disponível a partir de 26 de Abril.

Nessa plataforma vai ser possível consultar o projecto da obra, o seu concurso público ou a decisão de adjudicação, bem como os seus prazos de execução. A acompanhar vai também ser lançada uma aplicação móvel que poderá ser descarregada de forma gratuita. 

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, é «fundamental tornar mais acessível aos cidadãos toda a informação sobre cada uma das intervenções efectuadas», de forma a que «todos possam acompanhar e escrutinar a realização das obras em todo o Concelho». 

PUBLICIDADE

O autarca explicou que toda informação administrativa estará presente na plataforma, desde os procedimentos de contratação até ao evoluir da obra com registos fotográficos. As obras estarão divididas por diferentes classificações e vai ser possível pesquisar por tipo de obra, freguesia ou empresa responsável, contendo nela o valor da empreitada e o seu prazo de execução. 

Ricardo Rio recordou ainda que, até agora, «toda esta informação só estava acessível através de marcação prévia nos serviços municipais», realçando que, com esta nova plataforma, os cidadãos bracarenses vão ter «acesso aos dados em tempo real das obras do município ou de entidades externas».

Já Olga Pereira, vereadora com o pelouro das Obras Municipais, vincou a importância de tornar esta informação acessível a todos os interessados, reforçando que se trata de uma forma de melhorar «a qualidade da informação ao munícipe, apostando numa política de transparência». 

A vereadora explicou que com esta ferramenta vai ser possível obter informação acerca de diversas construções, como «equipamentos escolares, arruamentos, parques e jardins, equipamentos desportivos, edifícios culturais, redes hidráulicas, equipamentos municipais, monumentos e percursos pedonais», deixando a garantia que no futuro o plano passa por «adicionar novas funcionalidades e disponibilizar nesta plataforma todo o percurso das ciclovias e informação sobre o parque arbóreo da Cidade». 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.