BRAGA

BRAGA -

Braga mantém ensino de mandarim com aulas à distância

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O ensino de mandarim nas escolas do concelho de Braga vai manter-se com a realização de aulas por vídeo-conferência, que são complementadas pela disponibilização de documentação em suporte digital, anunciou esta quarta-feira a vereadora da educação.

Segundo Lídia Dias, “a continuidade do ensino do mandarim constitui uma grande mais-valia para o futuro dos nossos alunos”.

Nesta altura, devemos ser capazes de nos reinventar e adaptar. Não podemos estagnar os projectos desenvolvidos e o município de Braga continua a priorizar a formação dos alunos, para que se tornem homens e mulheres globalizados, preparando-os para o seu futuro”, sustenta.

PUBLICIDADE

A introdução do mandarim como uma das opções de Língua Estrangeira, refere Lídia Dias, “proporciona aos alunos maior possibilidade de escolha, permitindo que iniciem (ou retomem) a aprendizagem da língua mais falada no mundo”.

Promovido pelo município em parceria com o Instituto Confúcio da Universidade do Minho, este projecto foi implementado no ano lectivo 2016/2017 e tem vindo a registar um interesse crescente por parte dos alunos. O projecto conta com a participação de mais de 150 alunos de escolas públicas concelhias.

O projecto de ensino de mandarim visa promover a aprendizagem de uma das línguas mais faladas à escala mundial, incluindo-se no Plano Estratégico para o Desenvolvimento Económico de Braga (2014-2026).

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS