BRAGA –

BRAGA – -

Braga monitoriza qualidade da água do rio Este

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

No âmbito do projecto ‘Braga Une-se pela preservação da Água’ integrado no Ano Nacional da Colaboração, o presidente da Câmara da de Braga, Ricardo Rio, visitou a lagoa artificial do Parque Desportivo da Rodovia onde, semanalmente, são recolhidas amostras para a monitorização da qualidade da água do rio Este.

Esta monitorização é feita em 13 pontos, desde a nascente do rio, em Este S. Mamede, até à freguesia de Arentim, onde o Este deixa o concelho. As análises incidem em dois parâmetros biológicos – Escheria coli e enterococus intestinais – e permitem aferir a qualidade da água do rio e detectar os locais mais críticos.

PUBLICIDADE

A par destas análises, o município possui ainda sondas de qualidade da água do rio Este, instaladas entre Gualtar e Ferreiros, que realizam a leitura de parâmetros qualitativos como ph, a condutividade, o oxigénio dissolvido, o potencial de redução e a temperatura.

O Ano Nacional da Colaboração é uma iniciativa promovida pelo GovInt (Forum para a Governação Integrada) que ao longo de 2019 pretende mobilizar e inspirar a sociedade portuguesa para a relevância estratégica da colaboração.

Neste âmbito, a autarquia lançou o projecto ‘Braga une-se pela preservação da água’ que inclui a realização de um conjunto de actividades, transversais a todo o universo municipal, sobre a temática da preservação e valorização da água.

Os principais objectivos passam por, de uma forma colaborativa e trabalhando em rede, promover o consumo de água da torneira, desincentivar o consumo de água engarrafada (evitando também a utilização de plástico descartável) e sensibilizar a população para a preservação da água, enquanto recurso finito que é.

DENÚNCIAS

As análises são depois enviadas para a AGERE, Polícia de Segurança Pública e Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR, que são as entidades responsáveis pela fiscalização. Sempre que se verifique alguma situação de poluição do rio, pede-se aos munícipes que alertem imediatamente as entidades responsáveis através dos seguintes contactos: PSP (área urbana) 253 200 420; SEPNA da GNR 253 203 030; AGERE 253 205 000. Quando uma descarga é fiscalizada a tempo, a probabilidade de encontrar o infractor é maior.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS