SAÚDE

SAÚDE -

Câmara de Vila Verde e ópticas mantêm projeto social “ÍrisVida”

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Câmara de Vila Verde e ópticas do concelho vão dar continuidade ao projecto “ÍrisVida”, que permite disponibilizar apoios a pessoas e famílias mais desfavorecidas para responder a problemas de saúde, designadamente ao nível da visão.

Em reunião realizada esta quinta-feira na Biblioteca Municipal Professor Machado Vilela, em Vila Verde, o vice-presidente da Câmara, Manuel Lopes, congratulou-se pela disponibilidade e pela responsabilidade social assumida pelas empresas parceiras no projecto.

“O envolvimento e o contributo que estes parceiros têm tido na promoção do acesso à saúde visual dos cidadãos vilaverdenses com menores recursos socioeconómicos é um ato de generosidade e de grande importância. É um esforço que todos devemos assumir para garantir sempre melhor qualidade de vida para as pessoas, com especial atenção para as que vivem em situação de maior vulnerabilidade”, assumiu Manuel Lopes.

A colaboração que envolve o Município de Vila Verde, ópticas e a Casa do Povo de Ribeira do Neiva (IPSS responsável pelo tratamento e condução dos processos) permitiu que fossem apoiadas “várias dezenas de pessoas”, desde que o projecto ÍrisVida foi lançado, há cinco anos.

O projecto é dinamizado pelo Núcleo Local de Inserção (NLI), com acompanhamento pela equipa do Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS) de Vila Verde.

“Num ano marcado pelo agudizar de problemas económicos, sociais e de saúde, a intenção e o compromisso dos parceiros em dar continuidade ao projecto “ÍrisVida” reveste-se de “extrema importância para mitigar as situações de maior risco social, permitindo um olhar mais atento e humano ao ‘outro’, como corresponsáveis pela comunidade no seu bem comum”, conclui a autarquia.

PUBLICIDADE

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.