VILA VERDE

VILA VERDE -

Candidato do Chega a Prado S. Miguel teve de subir degraus em cadeira de rodas. Autarca garante que «não foi intencional»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O candidato do Chega à Junta de Freguesia de Prado São Miguel, Armando Azevedo, que se move numa cadeira de rodas, teve de ser puxado por outros elementos para poder participar numa sessão de esclarecimento, este domingo, o que fez rebentar a polémica. O actual autarca garante que «não foi intencional».

O partido mostrou-se indignado e apontou críticas ao presidente da Junta de Freguesia e recandidato pelo PSD, Rui Malheiro, uma vez que apenas se encontrava aberta uma das portas da sede da Junta – e, para lá chegar, é preciso subir degraus.

PUBLICIDADE

«O nosso espanto foi grande quando a única porta que nos foi aberta foi uma porta com três degraus enormes, quando tem logo ao lado uma porta que permitia um fácil acesso à cadeira de rodas. Vergonha foi o que passou em Prado São Miguel. Eles bem nos tentam limitar mas não vão conseguir», criticou o Chega.

«NÃO FOI INTENCIONAL»

Contactado pelo jornal “O Vilaverdense”, Rui Malheiro confirmou a abertura de apenas uma das portas do edifício, mas garantiu que o incidente com a cadeira de rodas «não foi intencional» e que não houve «qualquer tentativa de limitação» da campanha.

«É óbvio que não foi intencional e não quisemos provocar mal a quem quer que seja. Só quem pretende fazer aproveitamento político da situação pode dizer isso. Em momento algum existiu da parte da Junta a intenção de atingir ou de limitar alguém», referiu.

Rui Malheiro sublinhou que a autarquia encerrou a parte administrativa e apenas abriu a porta que permite o acesso ao salão, onde decorreu a acção de campanha da candidatura encabeçada por Armando Azevedo, «não se tendo lembrado» das limitações motoras do candidato.

«O Chega pediu-nos a sede da Junta e nós sugerimos a antiga escola primária, que até tem melhores condições. Insistiram que queriam a sede da Junta e acedemos, disponibilizando o salão e fechando a parte administrativa, que é onde se encontra toda a documentação. O que aconteceu foi que não nos lembramos da situação do Armando Azevedo, mas não foi de maneira nenhuma propositado», frisou.

Nas Eleições Autárquicas do próximo dia 26, concorrem em Prado São Miguel três candidaturas: PSD (Rui Malheiro), Chega (Armando Azevedo) e Independentes por Prado São Miguel (Raquel Sousa).

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.