BRAGA –

BRAGA – -

Candidatura do Bom Jesus a Património Mundial analisada em Julho

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Santuário do Bom Jesus, em Braga, está entre os 36 locais candidatos à classificação de Património Mundial da UNESCO, que o comité da organização analisa em Julho, no Azerbaijão. O Palácio Nacional de Mafra também consta do inventário.

Os dois monumentos integram “as 36 indicações para inscrição na Lista do Património Mundial”,  pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), que são avaliadas a partir de 5 de Julho, na 43.ª Sessão do comité do património, a decorrer em Baku, no Azerbaijão, de 30 de Junho a 10 de Julho.

O Bom Jesus do Monte (também conhecido como Santuário do Bom Jesus de Braga) é um conjunto arquitectónico paisagístico composto por uma igreja, um escadório, onde se desenvolve a Via Sacra do Bom Jesus, uma área de mata e um funicular.

PUBLICIDADE

Está classificado desde 1970 como Imóvel de Interesse Público e, esta sexta-feira, foi publicada em Diário da República a proposta de ampliação da classificação do Santuário, de forma a integrar os terrenos da Confraria do Bom Jesus do Monte e o Elevador do Bom Jesus, assim como «a reclassificação como conjunto de interesse nacional/monumento  nacional».

Mandado construir por D. João V, o Palácio Nacional de Mafra é um conjunto arquitectónico barroco formado por um Paço Real, uma Basílica e um Convento. Possui importantes colecções de escultura italiana, de pintura italiana e portuguesa, uma biblioteca única, bem como dois carrilhões, seis órgãos históricos e um hospital do século XVIII.

Foi classificado como Monumento Nacional em 1910 e foi um dos finalistas da iniciativa Sete Maravilhas de Portugal, em 2007.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS