INICIATIVA

INICIATIVA -

Casa do Conhecimento de Vila Verde celebra valores de Abril à luz da Sociedade da Informação

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Casa do Conhecimento de Vila Verde assinalou, esta sexta-feira, a efeméride do Dia Mundial da Sociedade da Informação, com a tertúlia “E se o 25 de Abril fosse hoje?”, numa conversa entre o fotojornalista Alfredo Cunha e o vice-reitor da Universidade do Minho, Luís Amaral.

O contraponto entre o 25 de Abril de 1974 e os dias de hoje foi o mote para a iniciativa, numa reflexão e partilha de perspetivas à luz da Sociedade da Informação, no que diz respeito à Revolução Social e à Revolução Digital.

Na abertura do evento, a presidente da Câmara de Vila Verde, Júlia Fernandes, descreveu o encontro como um “momento de grande importância para dar a conhecer as conquistas de Abril e a necessidade de as reforçar e manter os seus valores”.

Invocando o quadro de conflitos crescentes no panorama global, a autarca apelou para que os valores conquistados – nomeadamente de liberdade e democracia, paz, solidariedade, direitos sociais e dignidade humana – não sejam entendidos como garantidos, mas antes como objetivos pelos quais nenhuma geração pode deixar de lutar.

O encontro contou com a participação do diretor da Casa do Conhecimento da Universidade do Minho, José Gabriel Andrade, de alunos e professores da Escola Secundária de Vila Verde e da Escola Profissional Amar Terra Verde.

A Escola Secundária de Vila Verde brindou o fotojornalista Alfredo Cunha com uma criação artística elaborada pelos alunos do 12º ano, turma B, no âmbito da disciplina de materiais e tecnologias.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.