REGIÃO

REGIÃO -

CIM Alto Minho associa-se à campanha “Vamos Fechar a Torneira à Seca”

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

No sentido de reforçar o alerta para a urgência da redução de consumos de água junto das populações e dos sectores produtivos, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) decidiu associar-se à campanha “Vamos Fechar a Torneira à Seca”.

A campanha de sensibilização visa «divulgar comportamentos para um uso mais eficiente da água face à situação de seca extrema que o país atravessa».

Esta acção é promovida pelo Grupo Águas de Portugal e pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), numa parceria com o Ministério do Ambiente e da Ação Climática e a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

PUBLICIDADE

Em nota enviada, a CIM Alto Minho alerta para a questão de que todas as bacias hidrográficas monitorizadas em Portugal registaram uma descida dos níveis de água armazenada em Julho, segundo o mais recente relatório do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH).

«As vagas de calor durante o mês de Julho, aliadas à falta de chuva, contribuíram para o decréscimo dos níveis de água por todo o território nacional», explica a comunidade, referindo que «no caso do Alto Minho, a situação de disponibilidade de água é particularmente crítica, com a bacia hidrográfica do Lima a dispor de apenas 17,8% do seu volume total».

Por isso mesmo, «num contexto de seca, importa adoptar medidas preventivas para que esteja garantida a disponibilidade e a qualidade das massas de água» e a CIM Alto Minho defende a «implementação de medidas que promovam o uso racional e eficiente e a protecção generalizada dos recursos» como a água.

Por fim, a CIM Alto Minho deixa alguns conselhos que considera úteis e que podem fazer a diferença como «fechar a torneira durante a lavagem dos dentes ou durante o barbear», «aproveitar a água da lavagem de frutas e legumes para regar as plantas» ou «não deitar na sanita resíduos que devem ir para o lixo».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.