SOLIDARIEDADE

SOLIDARIEDADE -

CIM Cávado manifesta «total solidariedade e disponibilidade» para ajudar Ucrânia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado deliberou, por unanimidade, remeter à embaixada da Ucrânia a manifestação de «total solidariedade e disponibilidade» para «continuar o esforço de auxílio de ajuda e apoio humanitário».

«Considerando o extraordinário, e espontâneo, movimento criado pela sociedade civil em torno da Ucrânia, a CIM Cávado tem estado, desde a primeira hora, ao lado de entidades públicas, privadas e do terceiro sector, de forma a ajudar a encontrar as respostas mais adequadas à crise humanitária que se vive na Ucrânia», refere.

PUBLICIDADE

Segundo o organismo, trata-se de uma «tragédia humanitária, com dimensão desconhecida, que exige uma defesa intransigente dos valores da paz e da humanidade e uma total solidariedade com o povo ucraniano».

«Por esse motivo, os seis municípios que integram a CIM Cávado e a sociedade civil estão a trabalhar nos planos de apoio à integração dos refugiados, particularmente das mulheres, crianças/jovens e idosos, em articulação com a comunidade ucraniana residente no nosso território», assinala.

Nesse sentido, o Conselho Intermunicipal e a Assembleia Intermunicipal da CIM Cávado aprovaram, por unanimidade, «um voto de solidariedade com o povo ucraniano e de repúdio pelo acto condenável da Rússia pela invasão da Ucrânia».

ACOMPANHAMENTO

Em comunicado, a CIM assegura que «está a acompanhar os desenvolvimentos legislativos e administrativos, a nível nacional e da União Europeia, que estão a surgir no âmbito do apoio humanitário à Ucrânia e continua a ajudar na articulação e/ou coordenação, a nível local e/ou central de diversas iniciativas».

«Recordamos que, em articulação com os pelouros da acção social dos seus seis municípios, a CIM Cávado disponibilizou-se para auxiliar na identificação e disponibilização de alojamento, no apoio à coordenação da logística da recolha de bens, transporte de refugiados e no seu acompanhamento e integração», reforça.

A Comunidade Intermunicipal propõe-se ainda a promover, em articulação com as Comunidades Intermunicipais do Ave e do Alto Minho, «reuniões de concertação e articulação operacional, com vista à uma melhor eficácia do apoio humanitário que está a ser canalizado para a Ucrânia».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.