BRAGA –
Circuito – Serviço Educativo Braga Media Arts apresenta agenda Janeiro/Julho

A agenda Janeiro/Julho do Circuito – Serviço Educativo Braga Media Arts. foi apresentada esta terça-feira no gnration.

A apresentação serviu de pretexto para a realização do Mini Mapa Sonoro, uma actividade habitualmente pensada para alunos do 2.º e 3.º ciclos das escolas de Braga, mas que, desta vez, contou com participantes diferentes.

PUBLICIDADE

Ricardo Rio, presidente da Câmara, Lídia Dias, vereadora da Cultura e Educação, e Cláudia Leite, administradora do Theatro Circo, foram alguns dos ‘alunos’.

Segundo Lídia Dias, o Circuito vem exercer um “papel pedagógico fundamental para fomentar o entendimento sobre as media arts e como estas estão presentes no nosso quotidiano”.

“É um orgulho perceber o quanto este projecto cresceu e ganhou forma, com um conjunto de actividades e construções artísticas que operam nas escolas e não só. A formação é uma aposta fundamental enquanto motor de transformação da comunidade”, referiu.

Por seu turno, Cláudia Leite afirmou que “o serviço educativo é estruturante daquilo que é o plano de acção da Braga Media Arts”, tendo um “papel fundamental no seu crescimento na cidade”.

“Com este projecto reunimos projectos pontuais que estávamos a desenvolver junto das escolas e noutros espaços culturais. O temos agora é um programa da cidade, com uma visão integral e complementar nas suas áreas, que queremos que esteja em constante evolução e crescimento”, disse, destacando o conjunto alargado de agentes que fazer parte deste Circuito.

O Circuito faz múltiplas ligações entre criação, Media Arts e a comunidade, com as novas tecnologias a servirem motor de produção, conhecimento e fruição das artes.

Relembre-se que, desde 2017, Braga foi distinguida como Cidade Criativa da UNESCO no domínio das Media Arts, integrando uma rede de cidades espalhadas pelo mundo que colocam a criatividade no centro do seu desenvolvimento social, cultural e económico.