SAÚDE –  Cirurgiões espanhóis realizaram remoção total de estômago por laparoscopia em Braga

SAÚDE –
Cirurgiões espanhóis realizaram remoção total de estômago por laparoscopia em Braga

Três especialistas em Cirurgia Geral do Centro Hospitalar Geral de La Mancha, em Espanha, realizaram, no Hospital de Braga, uma cirurgia de remoção total de estômago através de laparoscopia, uma técnica cirúrgica minimamente invasiva.

A cirurgia ao vivo, transmitida em directo para os auditórios do Hospital, foi o ponto central do Workshop de Gastrectomia Laparoscópica, organizado pela Unidade Funcional Gastro-Esofágica do Serviço de Cirurgia Geral do Hospital de Braga.

PUBLICIDADE

A equipa, liderada pelo cirurgião espanhol Carlos Moreno-Sanz, uma referência internacional na área da cirurgia laparoscópica, Director do Serviço de Cirurgia Geral do Centro Hospitalar Geral de La Mancha e Presidente do Capítulo de Cirurgia Endoscópica da Sociedade Espanhola de Cirurgiões, foi convidada pelo Serviço de Cirurgia Geral do Hospital de Braga, pela sua vasta experiência na cirurgia minimamente invasiva.

De acordo com o cirurgião António Gomes, responsável pela Unidade Funcional Gastro-Esofágica do Hospital de Braga, «o objectivo da realização deste Workshop, que traz a Portugal uma equipa com muita experiência laparoscópica gástrica, é a partilha de conhecimento que permite aos cirurgiões evoluírem na técnica laparoscópica».

«Esta técnica é “gold standard” no tratamento de certas patologias e no caso do cancro gástrico, tendencialmente, vai sendo uma opção, embora ainda não se possa afirmar como a única técnica a utilizar», acrescentou.

Como procedimento minimamente invasivo, a laparoscopia traz, segundo o cirurgião, inúmeras vantagens para o paciente: «menor dor no pós-operatório, reduzido tempo de internamento e mais rápida recuperação».