VILA VERDE

VILA VERDE -

Conferência “A Alma dos Lenços de Namorados” reflectiu sobre «sentimento, conhecimento, inovação e contemporaneidade»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A iniciativa “Património com Alma” proporcionou, esta quinta-feira,  27 de Maio, mais uma conferência, desta feita subordinada ao tema “A Alma dos Lenços de Namorados”.

Numa conversa centrada no «ícone cultural de Vila Verde, os Lenços de Namorados», foram evidenciados pela Vereadora da Educação, Cultura e Acção Social, Júlia Fernandes como «escritas de amor que falam de sentimentos, de afetos, de amizade, de ternura. No fundo fala de tantos sentimentos que o mundo precisa e que cada vez mais os povos vão precisando trocar entre si».

«ALMA E ETERNIDADE DOS LENÇOS VERSUS CRIATIVIDADE, INOVAÇÃO, GENUIDADE E MERCADO»

PUBLICIDADE

Sendo o amor o tema de predileção dos Lenços de Namorados, Jean- Yves Durand, Professor do Instituto de Ciência Sociais e membro do Centro em Rede de Investigação em Antropologia da Universidade do Minho, procurou destacar essa «essência», através de uma «reflexão sobre a “alma” e “eternidade” dos Lenços versus criatividade, inovação, genuinidade e mercado». Na suas palavras «os Lenços devem e podem continuar a evoluir como fizeram desde que apareceram (…) o que não pode mudar para os Lenços de Namorados conservarem a sua “alma, é a sua função comunicativa de afetos».

«SURPRESA MARAVILHOSA»

Num processo de investigação e conhecimento, Miriam Zanini, Investigadora da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, descobriu os Lenços de Namorados, identificando-os como uma «surpresa maravilhosa» dos bordados artesanais portugueses, despertando em si uma paixão pelos mesmos. Na sua investigação apurou que era um «artesanato riquíssimo, com técnica muito apurada, de grande qualidade, com história documentada e preservada, reconhecido e certificado» motivando-a a trabalhar na especificação de “Lenços de Criação Contemporânea”. No seio desta especificação deu a conhecer um projecto que desenvolve actualmente com os seus alunos que combina inovação e afectividade, numa «proposta pedagógica de novos motivos para os Lenços de Amor».

MARCA NAMORAR PORTUGAL

A marca Namorar Portugal foi apresentada pela Vereadora da Educação numa abordagem à contemporaneidade e à inspiração que os Lenços de Namorados proporcionam para um conjunto de diferentes produtos que estão no mercado e são trabalhados por diferentes parceiros desta marca.

«O trabalho extraordinário de recolha dos Lenços de Namorados permitiu a sua redescoberta, manter uma tradição, reproduzi-los, colocá-los no mundo. Os nossos parceiros criam novos produtos inovadores e criativos, conseguindo transpor todos os afectos para objectos que usamos orgulhosamente, que reflectem as nossas raízes e tradições. Os Lenços de Namorados não deixam ninguém indiferente, despertam emoções e sentimentos, trazendo ao de cima o melhor há de nós, promovendo o Amor», notou.

Esta foi uma iniciativa conjunta da Casa do Conhecimento, da Biblioteca Municipal Professor Machado Vilela e do Serviço de Acção Cultural do Município de Vila Verde, em colaboração com a Rede de Casas do Conhecimento, nomeadamente com as Casa do Conhecimento da Universidade do Minho, Boticas, Montalegre e Paredes de Coura.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.