VILA VERDE -

VILA VERDE - -

Exposição “Construir o Amor com Igualdade” para «construir um amanhã sem violência no namoro e igualdade»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A equipa do projecto ART’THEMIS+, da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, e a Escola Secundária de Vila Verde inauguraram, esta sexta-feira, a exposição dos Lenços dos/as Namorados/as – “Construir o Amor com Igualdade”.

A exposição resulta da implementação do Programa de Prevenção Primária da Violência de Género da UMAR, na turma do 3ºH da Escola Secundária de Vila Verde (no ano lectivo de 2018/19) e cujo projecto está a decorrer em parceria com a Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), em escolas dos distritos de Braga, Coimbra, Porto, Lisboa e Madeira.

Durante a inauguração da exposição, o Director da Escola Secundária de Vila Verde, João Graça, destacou o «trabalho de excelência» produzido, «onde através de um ícone identitário da cultura se aborda um assunto tão importante como o namoro».

PUBLICIDADE

Alexandra Rodrigues, uma das técnicas responsáveis pela implementação do projecto no distrito de Braga, explicou os propósitos e processo de criação do projecto artístico, divulgando, ainda, alguns resultados de estudos realizados sobre a temática (violência no namoro e igualdade).

«Foram analisados vários provérbios e ditados populares sobre amor e depois, em conjunto, fizemos uma análise dos mesmos, identificando desigualdades de poder, várias formas de violência legitimadas, entre outras características. E com base nessa análise construir outras frases que não transmitissem essas ideias mas que promovessem um namoro sem violência», revelou.

A coordenadora afirmou ainda que o «tema foi discutido com a turma e é de produção colectiva», realçando o «grande trabalho de equipa» na concepção do projecto.

Também presente na sessão esteve a Vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, que enalteceu «a mais-valia do projecto e o trabalho dos alunos».

«Nos dias que correm temos de ser muito mais que alunos academicamente brilhantes. Este é um trabalho fundamental, de sementeira, e que obviamente já começa a germinar. Quem teve a oportunidade de participar sentirá a diferença na sua vida, pois conseguimos aqui perceber várias mensagens-chave do “não à violência”».

A exposição estará em permanência na Escola Secundária de Vila Verde, e mais tarde por vários locais do Concelho e em Braga, ainda por definir.

(Notícia actualizada)

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.