SOLIDARIEDADE –  Construtora DST apoia projecto de inserção da Cruz Vermelha em Prado

SOLIDARIEDADE –
Construtora DST apoia projecto de inserção da Cruz Vermelha em Prado

A Cruz Vermelha Portuguesa assinou um protocolo com a firma DST – Domingos da Silva Teixeira, de Braga, para ajuda ao projecto de empreendedorismo social “O Ferrinho – Engomadoria”, sediado no Centro Comunitário de Prado.

O presidente da Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, Armando Osório, adiantou que o acordo visa a aquisição de um novo equipamento industrial de engomadoria.

PUBLICIDADE

Chama-se “Ferrinho”, é uma engomadaria de baixo custo («low-cost») e emprega, em Prado, três mulheres que estavam desempregadas, duas delas jovens carenciadas que não concluíram o 12º ano.

A empresa de inserção, que arrancou em Setembro de 2018 no Centro Comunitário da Cruz Vermelha Portuguesa, integra-se no Projeto Ciga Giro E6G, financiado pelo Programa Escolhas do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o qual garante o pagamento dos ordenados durante cinco meses.

“Todos os dias nos trazem roupa para passar a ferro e funciona em pleno”, afirma Raul Maia, coordenador da iniciativa.

Ao todo, a CVP concluiu seis protocolos com empresas e instituições, o primeiro dos quais com a firma Âmbar, o qual se consubstancia numa iniciativa de angariação de fundos em que um euro de cada agenda vendida reverte a favor da instituição.

A Delegação de Braga oficializou, ainda, com os Serviços de Axção Social da Universidade do Minho (SASUM), um protocolo baseado na articulação entre os serviços disponibilizados pela Cruz Vermelha e os equipamentos cedidos pela SASUM, com destaque para projectos de voluntariado.

Foi, ainda, assinado um protocolo com a Energia em Conserva no âmbito da eficiência energética dos edifícios da Cruz Vermelha local e um sexto com a empresa LexArq e a tdp –projecto e fiscalização a propósito do projecto e especialidades da construção da nova sede.

JANTAR

A assinatura dos documentos ocorreu durante a 7ª edição do Jantar Humanitário que a Delegação de Braga realizou neste sábado para angariação de fundos. O convívio teve lugar no “Sameiro Eventos” e reuniu mais de 30 empresas e várias instituições.

Na ocasião, Armando Osório destacou as empresas, instituições e individualidades que apoiaram das mais variadas formas a Cruz Vermelha.

O evento prolongou-se até às 2h00, com um “after dinner” que foi iniciado pelos professores de dança profissional Ricardo Abelhas e Sandra Nogueira. A animação musical esteve a cargo do Grupo Imperial com o DJ José Ribeiro.