PAÍS

PAÍS -

Devem ser evitados os convívios de Páscoa. «São focos de transmissão da doença»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Primeiro-Ministro, António Costa, voltou a apelar esta quinta-feira aos portugueses para que evitem os convívios durante a Páscoa, que podem ser «focos de transmissão da doença» Covid-19.

«Esta é uma época especial, tradicionalmente de reuniões de família e de convívio. Devemos evitar todos os convívios com outras pessoas para além daquelas com quem coabitamos», afirmou.

PUBLICIDADE

Considerando que essa acção «é absolutamente fundamental» para conter a propagação da pandemia, Costa disse que «o tradicional almoço de Páscoa deve ser mesmo evitado».

Na conferência de imprensa, realizada esta quinta-feira, em Lisboa, o Primeiro-Ministro lembrou que continua em vigor, até 5 de Abril, a proibição de circulação entre concelhos, precisamente procurando evitar convívios.

«Renovo o apelo para que todos façamos o esforço de evitar que esta Páscoa possa ser uma Páscoa infeliz», reiterou.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS