BRAGA -
Covid-19 adia Agro e restringe acesso ao Hospital de Braga

No âmbito da activação de medidas de prevenção e contingência, previstas no Plano de Contingência do Covid-19, o Hospital de Braga reforçou e implementou alguns procedimentos com o propósito de minimizar a transmissão do coronavírus junto da comunidade hospitalar, informou esta terça-feira o conselho de administração em comunicado.

Assim é recomendado aos utentes em regime de ambulatório (Consulta Externa, Hospital de Dia, Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica e Farmácia de Ambulatório) que se desloquem sozinhos ao hospital se a situação clínica o permitir, ou se façam acompanhar por apenas uma pessoa.

Quando clinicamente adequado, as consultas subsequentes podem ser realizadas de forma não presencial, através de contacto telefónico entre médico e utente. Esta medida é implementada a partir de dia 16 de Março.

PUBLICIDADE

Mais. todos os actos cancelados por motivo de isolamento social ou quarentena, são oportunamente reagendados.

Estão suspensos todos os estágios realizados em áreas clínicas e não clínicas, até novas orientações, a actividade de formação interna de carácter não essencial, que será remarcada posteriormente em datas oportunas e estão ainda suspensos todos os eventos científicos a serem realizados nos auditórios do hospital.

Também actividade do voluntariado de outras entidades parceiras está suspensa por tempo indeterminado.

Aquela unidade de saúde recorda que estão suspensas, por tempo indeterminado, todas as visitas externas a doentes internados, salvo excepções (grávidas e crianças) e outras determinadas pelo médico ou enfermeiro do Serviço (por exemplo: doentes em fase terminal). Durante o período de restrição de visitas, as equipas médicas e de enfermagem transmitirão informação de forma regular ao contacto significativo, indicado pelo utente internado.

Estão ainda suspensas as visitas dos delegados de informação médica e representantes comerciais, salvo excepções autorizadas pelo conselho de administração.

AGRO ADIADA

Também em comunicado à imprensa, a Investbraga informa que a 53.ª edição da Agro – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação, foi adiada, realizando-se entre os dias 25 e 28 de Março de 2021.

A decisão vem no seguimento da suspensão de todos os eventos espaços abertos com mais de 5 mil pessoas, determinada esta terça-feira pelo Ministério da Saúde, apesar da organização “dispor de um plano de contingência que cumpre todas as recomendações da Direcção-Geral de Saúde”.

“A InvestBraga fez tudo ao seu alcance para assegurar as condições necessárias à realização do evento, com o objectivo de manter a qualidade do mesmo. Contudo, e perante os últimos desenvolvimentos, não resta outra opção que não a de adiar a Agro e lamentar o incómodo causado a expositores e visitantes”, refere a Investbraga no comunicado.