AUTÁRQUICAS

AUTÁRQUICAS -

Daniel Azevedo (PS). «Vila Verde e Barbudo não pode ficar mais parada no tempo»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O candidato do PS à Junta de Vila Verde e Barbudo, Daniel Azevedo, apresentou publicamente a candidatura, este domingo à noite, sublinhando que a freguesia «não pode ficar mais parada no tempo».

«A Junta de Freguesia tem de ser o braço direito do povo. Não vamos estar preocupados em colocar alcatrão novo em estradas boas quando existem ruas sem acesso a ambulâncias e quando não há igualdade de oportunidades para todas as famílias», referiu.

PUBLICIDADE

Daniel Azevedo explicou que «um dos pontos principais» do programa eleitoral é «a implementação de uma aplicação móvel que irá potencializar os lucros do comércio local e facilitar a vida dos residentes».

«Temos as ferramentas necessárias para evoluir e facilitar a vida das pessoas, aumentando as oportunidades e o capital da freguesia. Também precisamos de modernizar os serviços da Junta. Em pleno ano 2021 não deveria ser obrigatório às pessoas terem de se deslocar em horário laboral à Junta para aceder a certos serviços», sublinhou.

O candidato do PS garantiu que fará da «proximidade» uma imagem de marca e disse que «os jovens não estão a ser respeitados», precisando de ser olhados com outra atenção porque «têm muito para dar pela freguesia».

Em termos de infra-estruturas, Daniel Azevedo considera que «é urgente a construção de uma casa mortuária» e pediu mais atenção a Barbudo: «Existe desigualdade entre o lado de Barbudo e Vila Verde. Apesar de ser agora uma freguesia única, basta passar pelas ruas atrás da igreja de Barbudo para verificar que Barbudo está esquecido. É preciso que seja respeitada a freguesia como um todo».

A lista tem Abel Mota, La-Salete Cunha, Isabel Nogueira e Paulo Condeço nos primeiros lugares.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.