PAÍS

PAÍS -

Desempregados inscritos no IEFP com o valor mais alto desde 2017

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) aumentou 32,4% em Janeiro face ao período homólogo de 2020, quase alcançando os valores máximos registados em Maio de 2017.

No mês de Janeiro – e pelo segundo mês consecutivo – o número de desempregados inscritos no IEFP aumentou. 

Segundo dados divulgados esta segunda-feira, no final de Janeiro de 2021 havia 424.359 desempregados inscritos nos centros de emprego, o valor mais alto desde 2017, um aumento de 5,5% relativamente ao mês anterior e de 32,4% face a Janeiro de 2020. 

PUBLICIDADE

Contudo, em Janeiro registou-se também um aumento das ofertas captadas face a Dezembro (cerca de 27%) e nas colocações (59,9%). 

Em nota divulgada esta segunda-feira, o IEFP expõe que «no fim do mês de Janeiro de 2021, estavam registados, nos serviços de emprego do continente e regiões autónomas, 424.359 indivíduos desempregados, número que representa 71,2% de um total de 596.290 pedidos de emprego. O total de desempregados registados no país foi superior ao verificado no mesmo mês de 2020 (+103.801 indivíduos; +32,4%) e face ao mês anterior (+22.105 indivíduos; +5,5%)».

De realçar ainda que no primeiro mês do presente ano houve um agravamento da pandemia e, em consequência, um novo confinamento do país, com o encerramento e suspensão de vários sectores de actividade.

No total, no final de Janeiro, havia 424.359 indivíduos desempregados inscritos no IEFP, o número mais elevado desde Maio de 2017, altura em que havia 432.274 desempregados nessa situação.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS