JUSTIÇA

JUSTIÇA -

Desmantelado esquema de burlas na venda de carros importados na zona Norte

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A PSP do Porto deteve dois homens, de 43 e 44 anos, por burlas de 1,3 milhões de euros, que falsificavam documentos para permitir que pessoas com problemas bancários e até com penhoras pudessem assumir empréstimos elevados na compra de carros importados.

A operação contemplou a realização de seis buscas domiciliárias e não domiciliárias, em que foram apreendidos 11 automóveis, além de outros materiais, em diferentes locais da zona Norte do país: Porto, Braga, Guimarães, Maia, Matosinhos, Famalicão, Trofa e Santo Tirso.

PUBLICIDADE

Em causa estão suspeitas dos crimes de burla qualificada, burla tributária e de falsificação de documentos, que lesaram vários bancos e o Estado.

Segundo a investigação, os detidos criaram um “stand” de fachada, para importar carros de gama média-alta, nomeadamente da Alemanha, que já tinham sido anteriormente encomendadas por pessoas que dispunham de rendimentos para as adquirir e nalguns casos até estavam em situação de desemprego.

O “stand” falsificava recibos de vencimentos, declarações de IRS e, nalguns casos, até a carreira contributiva, por forma a obter financiamento bancário para a aquisição dos automóveis.

Os carros eram entregues aos “clientes”, que ficavam com eles a custo zero, pois não tinham condições para pagar o financiamento. O “stand” ganhava com a intermediação dos créditos dos bónus que instituições financeiras dão a quem intermedeia este tipo de operações e atinge determinado valor.

Neste processo estão em causa «mais de 75 contratos». Além das duas detenções, foram ainda​​​​​ identificados e constituídos arguidos sete homens e seis mulheres.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.