UMINHO

UMINHO -

Escola de Ciências e SASUM lançam campanha de reciclagem de lentes de contacto usadas

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Sob o mote “Por um Planeta Sustentável: Vamos dar Uma Nova Vida às Lentes de Contacto”, a Escola de Ciências da Universidade do Minho, em parceria com os Serviços de Acção Social da Universidade do Minho, com a Associação Académica da Universidade do Minho e com a “Society Loving the Planet Minho” dão esta segunda-feira início – 15 de Novembro – a uma campanha de recolha de lentes de contacto usadas que decorrerá nos bares, complexos desportivos e residências universitárias da Universidade do Minho.

A nível mundial, anualmente, são descartadas, quer para a rede de águas residuais, quer para o lixo doméstico, muitos «milhares de milhões de lentes de contacto, números que estão na base da preocupação inerente ao lançamento desta campanha e que indiciam a urgência em criar novos processos que permitam recolher e retirar do meio ambiente estes microplásticos, reconhecidos, actualmente, como um importante risco ambiental», pode ler-se em nota enviada.

PROJECTO

PUBLICIDADE

A campanha surge no âmbito de um projecto conjunto entre o Centro de Física das Universidades do Minho e do Porto, o Centro de Biologia Molecular e Ambiental e o Instituto de Polímeros e Compósitos com o título “Contact Lens Materials: An Ecosystem Issue and a Contribution to a Circular Economy” e tem como objectivo, «não só consciencializar a população para este problema, como também estudar novas formas de reutilização e valorização dos materiais poliméricos presentes nas lentes de contacto usadas ou fora de validade».

«Este é um projecto inovador pois, ao retirar este material não biodegradável do meio ambiente e convertê-lo num novo produto de valor acrescentado, está a ser dado um forte contributo para a economia circular, ao mesmo que tempo que se promove um crescimento sustentável e uma mitigação do impacto ambiental associado a estes produtos», referiu Madalena Lira, do Departamento de Física da UMinho.

Da parte dos SASUM, a aposta na sustentabilidade tem sido um «eixo orientador das suas políticas», pelo que a associação a este projecto surgiu de forma «natural». 

«Não poderíamos deixar de nos associar a esta campanha», transmitiu Diogo Arezes, responsável do Gabinete de Sustentabilidade dos SASUM, afirmando que «temos noção do impacto que as lentes de contacto apresentam nos ecossistema pelo que este projecto parece-nos de enorme valor visto que promove a circularidade e potencia a descoberta de novas utilizações para estes produtos, sempre que atingem o seu fim de vida». Acrescenta, ainda, que se os objectivos forem alcançados «os impactos, sejam eles ambientais, económicos ou sociais serão enormes e isso é algo muito entusiasmante».

CAIXAS ESPECÍFICAS

Para a recolha das lentes usadas foram desenvolvidas caixas específicas que serão colocadas nos locais escolhidos para o efeito, requerendo-se apenas o material das lentes e não os blisters nem as caixas.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.