REGIÃO –

REGIÃO – -

Esposende. Número de dormidas cresce acima da média nacional e europeia em 2019

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Esposende registou em 2019 um crescimento de dormidas acima da média europeia e da registada pelos estabelecimentos turísticos em Portugal, sobretudo graças ao turismo nacional, secundados por espanhóis e alemães.

O alojamento tradicional (hotelaria) de Esposende registou, de 2018 para 2019, um crescimento de 7%, nas dormidas, e 6%, em termos de hóspedes. Nesse mesmo período, o número de dormidas em estabelecimentos turísticos, em Portugal, cresceu 3,4% face ao ano anterior, ultrapassando a média europeia que subiu 2,4%. Ou seja, em termos de dormidas, Esposende registou um crescimento acima da média europeia e também da registada pelos estabelecimentos turísticos em Portugal.

PUBLICIDADE

O crescimento das dormidas, em Esposende, durante o ano de 2019 reflecte a tendência dos últimos anos, o que se traduz, segundo o município, “no aparecimento de novas empresas ligadas ao turismo, afigurando-se como uma aposta com claro potencial de crescimento, geradora de emprego e potenciadora de oportunidades de negócio”.

Durante os meses de Verão, Esposende vê triplicar a sua população. Para esbater os efeitos da sazonalidade, a autarquia tem apostado na organização de grandes eventos, associados à gastronomia (como é o caso de Março com Sabores do Mar), ou ao desporto, sendo “a mobilidade suave uma área a desenvolver, com passadiços e ecovias de percorrem o concelho”.

 

O turismo cultural é outra vertente em expansão, assim como a procura do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela.

Nos últimos três anos, o volume de negócios do sector turístico registou, em Esposende, um crescimento superior a 40% e o Valor Acrescentado Bruto subiu na ordem dos 55%.

De acordo com a autarquia, “Esposende consegue aumentar, de forma excepcional e consolidada, a procura turística e, nesta contabilidade, o Caminho da Costa para Santiago de Compostela tem contribuído, através da procura constante e crescente”. O Albergue de São Miguel de Marinhas registou, em 2019, a passagem de 7127 peregrinos, correspondendo a um aumento de 10,13%, relativamente ao ano anterior. Desde que abriu, em 2011, este espaço de acolhimento de peregrinos já deu dormida a 27153 pessoas.

Apesar de registar um “aumento significativo” do recurso dos turistas aos suportes digitais, o Centro de Informação Turística de Esposende registou, em 2019, uma afluência de 4790 visitantes.

O Centro Interpretativo de S. Lourenço registou, em 2019, a visita de 11.363 pessoas e a Casa das Marinhas recebeu mais de mil visitantes.

“Estes dados traduzem o trabalho de divulgação desenvolvido pelo município de Esposende, marcando presença nos principais certames nacionais e internacionais de promoção turística (Bolsa de Turismo de Lisboa, Xantar em Ourense, Feira Ibérica do Turismo, na Guarda e a Turexpo, em Silleda, Galiza”, refere a Câmara.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS