AGRICULTURA (Vila Verde)

AGRICULTURA (Vila Verde) -

Europeias. Paulo Cunha (AD) veio a Vila Verde defender reforço de apoios europeus para atrair mais jovens e inovação para a agricultura

A aposta em novas produções mais adequadas às especificidades do clima e do território, como os pequenos frutos, estão a contribuir para mobilizar mais jovens para a agricultura. Foi uma mensagem reforçada pelo candidato a eurodeputado pela AD-Aliança Democrática, Paulo Cunha, durante a visita a uma unidade de produção de mirtilos em Vila Verde, onde vincou «a importância dos fundos europeus para a competitividade e modernização do setor».

Acompanhado pela presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, o número dois da lista europeia da AD-Aliança Democrática assumiu o compromisso para trabalhar no sentido de os programas e fundos comunitários «potenciarem cada vez mais a atratividade dos jovens para a agricultura».

Na visita – que contou ainda com a participação do deputado Carlos Cação e do presidente da ATAHCA, Mota Alves –, o produtor Luís Tadeu, da Green Factor, partilhou as preocupações e as oportunidades do setor, assim como os processos de produção com recurso crescente a meios tecnológicos.

Paulo Cunha enalteceu o facto de «os novos métodos de produção e os novos produtos, com especial incidência nos chamados pequenos frutos, estarem a desafiar os mais jovens para o ‘regresso à agricultura’».

«Além de uma atividade económica que produz, emprega e exporta, criando dinâmica económica local, este ‘novo paradigma agrícola’ é também uma forma de proteção ambiental, de preservação dos ecossistemas locais», anotou o número dois da candidatura da coligação PSD-CDS-PPM, em defesa da conciliação entre as causas do ambiente e o setor estratégico da agricultura.

O compromisso é «trabalhar para que o setor agrícola seja cada vez mais inovador, sustentável e atrativo para as novas gerações».

ovilaverdense@gmail.com

Partilhe este artigo no Facebook
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE