CULTURA - Exposição “Segredos do Cávado” patente na Biblioteca Municipal ao longo do mês de Abril

CULTURA -
Exposição “Segredos do Cávado” patente na Biblioteca Municipal ao longo do mês de Abril

Foi inaugurada esta manhã, na Biblioteca Municipal Professor Machado Vilela, a exposição “Segredos do Cávado”, enquadrada no projecto “Aqua Cávado, o rio que no une”. A exposição, promovida pela CIM do Cávado e pela Agência de Energia do Cávado, mostra parte do património existente entre os Rios Cávado e Homem.

Durante a apresentação, o Director Executivo da CIM Cávado, Luís Macedo afirmou que esta tem como objectivo «promover a divulgação do património, a sua descoberta e importância a vários níveis».

«Mostrar o património para que as pessoas o descubram. Ser visto, apreciado e conhecido é um primeiro passo para garantir a sua permanência no futuro», referiu.

PUBLICIDADE

O Historiador Eduardo Pires de Oliveira, também ele presente na inauguração, explicou que o contacto que teve com os testemunhos das pessoas, sempre foi «muito agradável e rico, mas não passava imagens. Quando olho para aqui consigo perceber o espaço, o contexto. As fotografias são memórias fantásticas do tempo e mexem connosco».

Já o Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, enalteceu a importância dos rios no território, sempre «influenciado pela sua presença. É um recurso essencial. O que aqui vemos faz parte do passado mas também da actualidade, pois demonstram o quanto que estes recursos são essenciais para o desenvolvimento do território».

«Estas exposições mostram uma imagem do passado valorizando o património, o que ele deu para as nossas gerações e, acima de tudo, virá dar para as próximas».

A exposição é composta por fotografias dos arquivos dos Municípios do Cávado, da EDP Produção, da UM-Museu Nogueira da Silva e do Museu da Imagem, tendo contado com a colaboração do pintor Luís Coquenão na concepção e apresentação, do historiador Eduardo Pires de Oliveira, que contribuiu com um texto expositivo e alusivo à mesma e ainda com os voluntários da CIM Cávado na montagem.