CULTURA -

CULTURA - -

Exposições e performance artística são apostas do Forum Arte Braga para a captação de novos públicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Quatro exposições e de uma performance artística marcam a programação para 2020 do Forum Arte Braga apresentada esta segunda-feira. A captação de novos públicos e o aumento do número de visitantes é a aposta.

Lídia Dias, destacou o “papel educador” que o Forum Arte, a galeria de arte contemporânea instalada no Altice Forum Braga, assume desde a sua abertura em 2018.

“Braga tem hoje uma galeria de arte contemporânea que não fica circunscrita às suas paredes, conseguindo atrair um conjunto de dinâmicas e nomes importantes para dar a conhecer à nossa comunidade”, referiu a vereadora da Cultura, na sessão que contou com a presença de Carlos Silva, administrador da InvestBraga.

PUBLICIDADE

A programação deste ano apresenta, segundo Lídia Dias, diferentes formas de arte, numa abrangência que “ajuda a desconstruir o conceito de arte contemporânea, tornando-o acessível a todos”. “Este é um espaço onde cabem todas as formas e expressões artísticas. Um espaço que engrandece a oferta cultural de Braga”, acrescentou.

A primeira actividade deste ano, agendada para 28 de Fevereiro, consiste numa performance em parceria com a Arte Total. Segundo Guilherme Braga da Cruz, um dos directores artísticos da galeria, esta performance inclui uma peça central que fica em exposição durante uma semana.

Entre os meses de Março e Maio e com a curadoria de João Silvério, o Forum Arte recebe a exposição ‘Mesa dos Sonhos – Duas colecções de Arte Contemporânea’. Esta mostra reúne cerca de 30 obras da Colecção de Serralves e da Colecção da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD).

A 22 de Maio é inaugurada a exposição do artista inglês Elliot Dodd e, no final de Junho, a galeria apresenta a colectiva de design ‘Como o Design Soa’, com co-curadoria de Carla Carbone.  Aproveitando o crescente interesse pelas artes sonoras, em contraponto às artes visuais, esta exposição “pretende sensibilizar o visitante a uma aventura sonora, mas desta vez, por meio dos objectos de design”.

A última exposição do ano é inaugurada em Outubro e resulta do programa de residência artística ‘No Entulho’ que decorre na ‘Art Works’, uma empresa da Póvoa de Varzim. Guilherme Braga da Cruz explicou que, este ano, o resultado dessa residência será exposto no Forum Arte.

Recorde-se que o Forum Arte Braga é uma iniciativa da InvestBraga que tem como missão exibir artistas portugueses e internacionais num contexto favorável ao diálogo crítico e à polinização cruzada.

O Fórum Arte, sob a direcção artística de Duarte Sequeira e Guilherme Braga da Cruz, cultiva um programa cujas principais premissas são “o conceptualismo, o rigor intelectual e a preocupação com o futuro”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS