PolémicaFernando Xavier mantém-se à frente da Assembleia de Freguesia de Cabanelas

Polémica
Fernando Xavier mantém-se à frente da Assembleia de Freguesia de Cabanelas

A Assembleia de Freguesia de Cabanelas decidiu manter Fernando Xavier à frente da mesma, depois de uma reunião extraordinária, ontem à noite, pedida pelos deputados do Movimento de Cidadãos de Cabanelas. Condenado por violência doméstica a três anos de prisão, com pena suspensa, Fernando Xavier foi o motivo principal desta Assembleia. Com quatro votos a favor e cinco contra, Xavier mantém-se no cargo mas o caso promete não ficar por aqui. Os deputados do Movimento ficaram chocados «com o voto a favor de duas mulheres. Como é possível, em pleno século XXI, que haja mulheres a pactuar com violência doméstica comprovada e condenada? Para nós, é incompreensível!».

Os deputados manifestaram a sua «incredulidade e surpresa pelos restantes membros eleitos não terem tomado qualquer opinião pública sobre o assunto», acrescentando que «é por todos os valores e sentimentos que defendemos» que pediram a demissão do Presidente da Assembleia «preservando o bom nome da Instituição e de todas as pessoas que o compõem».

Na moção de protesto apresentada começam por dizer que «não pedimos a convocação desta Assembleia Extraordinária para julgar quem quer que seja, até porque neste caso concreto a decisão já foi tomada por instâncias competentes, mas é nosso entender que uma Assembleia de Freguesia deve reflectir através da manifestação efectiva dos seus representantes que somos todos nós, políticas de uma sociedade mais justa e solidária, honesta, educada e com respeito, consideração e estima, por todos os que nos acompanham e isso implica enormes responsabilidades para todos os eleitos».

PUBLICIDADE