REGIÃO

REGIÃO -

Ferryboat entre Caminha e Galiza retoma travessias, mas sem viaturas

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O ferryboat que liga Caminha a A Guarda, na Galiza, retomou esta sexta-feira as travessias no rio Minho, mas com limitações, anunciou a autarquia caminhense.

Em nota à imprensa, o município de Caminha adianta que a embarcação Santa Rita de Cássia apenas pode transportar passageiros e bicicletas.

“De acordo com as restrições impostas pelos Portos da Galiza/Espanha, motivadas pelas anomalias existentes no pontão de acostagem daquele país, apenas poderemos transportar no ferryboat passageiros e/ou passageiros com bicicleta, até que os problemas sejam solucionados definitivamente”, lê-se na nota.

PUBLICIDADE

“Não está autorizada a travessia no ferryboat de qualquer outro meio de transporte”, lê-se ainda.

O ferryboat Santa Rita de Cássia começou a cruzar o rio Minho em 1995.

Caminha é único concelho do Vale do Minho que depende do transporte fluvial para garantir a ligação regular à Galiza.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.