JUSTIÇA

JUSTIÇA -

GNR de Barcelos participa na detenção de cinco pessoas por furtos a lares de idosos

Share on facebook
Share on twitter

A GNR anunciou, esta quinta-feira, a detenção de cinco pessoas por furtos a cofres em lares de idosos e centros de apoio social em várias zonas do país, mas com especial incidência no Norte e Centro. Lar em Famalicão também foi um dos alvos do grupo.

 A Guarda avança, em comunicado, que as detenções, de quatro homens e uma mulher, foram feitas nos concelhos de Pombal e Amadora e ocorreram durante uma operação policial realizada na segunda-feira, que contou com a participação do destacamento territorial de Barcelos.

PUBLICIDADE

A GNR refere que, no decorrer da monitorização e análise da actividade criminal, detectou vários furtos em lares de terceira idade, centros de apoio social e edifícios similares, cujo objectivo seria a extracção dos cofres existentes nestas instituições e que geralmente continham “avultadas quantias em dinheiro e vários bens”.

Pela dispersão territorial do fenómeno, com maior incidência nas regiões Centro e Norte do país, o inquérito e a investigação foram centralizados na Unidade de Intervenção da GNR, em coordenação com todo o dispositivo policial, refere aquela força de segurança.

Aquela força policial indica que foi dado cumprimento a 12 mandados de busca, sete domiciliárias e cinco não domiciliárias, em viaturas, nos concelhos de Famalicão e Póvoa de Varzim, Pombal e Coimbra.

Durante a operação foram apreendidos quatro automóveis, um reboque, cerca de 13.800 euros em numerário, uma arma de fogo, 188 doses de folhas de canábis, 994 doses de haxixe, diversos objectos em ouro e joalharia, três computadores portáteis, 16 telemóveis, dois aparelhos GPS, três cofres e dois carros de transporte de objectos.

Três ‘walkie-talkies’, uma câmara endoscópica, uma máquina fotográfica, diverso material de corte e arrombamento, uma escada telescópica, várias cordas, vestuário, luvas, gorros passa-montanhas e três lanternas foram outros materiais apreendido pelos militares da GNR.

Os detidos foram presentes ao Departamento de Investigação e de Acção Penal (DIAP) de Lisboa na terça-feira e quatro ficaram em prisão preventiva e um com termo de identidade e residência.

A operação policial contou com a colaboração de várias unidades da GNR, nomeadamente com o reforço das equipas dos núcleos de investigação criminal dos destacamentos territoriais de Barcelos, Pombal, Leiria, Santo Tirso e Anadia bem como o apoio da PSP.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.