DESCONFINAMENTO

DESCONFINAMENTO -

Governo termina recolher obrigatório e limitações horárias no comércio e na restauração

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Governo decidiu eliminar a limitação de circulação na via pública e as restrições ao funcionamento do comércio e dos espaços de restauração, que poderão estar abertos até às 02h00, já a partir do próximo domingo.

«Este é o momento de podermos passar a conduzir a gestão da pandemia em gestão de um critério fundamental, que é a taxa de vacinação da população», explicou o Primeiro-Ministro, António Costa, na conferência de imprensa de anúncio das novas medidas.

PUBLICIDADE

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a diferenciação em função dos concelhos, aplicando agora as medidas a todo o país, nomeadamente o fim das limitações ao funcionamento do comércio, da restauração e dos espectáculos, que terão, no entanto, de estar encerrados às 02h00 e continuarão a ter limitações termos de lotação: seis pessoas no interior e 10 na esplanada.

Mantém-se a obrigatoriedade de apresentação de certificado digital/teste negativo para poder realizar viagens por via aérea ou marítima, para aceder a estabelecimentos turísticos e de alojamento local e para fazer refeições ao interior dos restaurantes aos fins-de-semana e aos feriados.

Além disso, já a partir de 1 de Agosto, será necessário apresentar certificado digital ou teste negativo para frequentar aulas de grupo em ginásios, spas/termas, casinos/bingos, eventos desportivos ou culturais com mais de 1.000 pessoas no exterior ou 500 no interior e ainda para casamentos, baptizados ou outros eventos familiares com mais de 10 participantes.

«Estas são regras que se aplicarão em todo o país», frisou António Costa.

TRÊS FASES

Além da aplicação destas regras gerais, o Governo definiu três fases de «libertação da sociedade e economia», que acontecerão «de forma progressiva e gradual», em Agosto, Setembro e Outubro.

A primeira, a partir de 1 de Agosto, inclui o fim da limitação de circulação na via pública, que os eventos desportivos possam ter público (de acordo com a regra definida pela DGS), que os espectáculos culturais subam a limitação para 66% e os casamentos ou baptizados para 50%.

Os equipamentos de diversão poderão retomar a sua actividade de acordo com as normas da DGS, sendo que o teletrabalho passará de obrigatório a recomendado em todas as actividades em que seja possível utilizar.

Os bares e discotecas permanecerão encerrados e continuarão proibidas festas, romarias e outras festividades que gerem grandes aglomerados.

MÁSCARAS ATÉ SETEMBRO

No início de Setembro, será possível deixar o uso de máscara na via pública, salvo em ajuntamentos. A lotação em casamentos e baptizados subirá para 75%, assim como nos espectáculos culturais lotação.

Também nesta fase os transportes públicos deixarão de ter lotação e os serviços públicos funcionarão sem marcação prévia.

BARES/DISCOTECAS EM OUTUBRO

No mês de Outubro, segundo António Costa, o Governo prevê que os bares e as discotecas possam reabrir, «com a frequência a exigir certificado digital ou teste negativo».

Os restaurantes deixarão de estar sujeitos à limitação de pessoas por grupos e deixará de haver lotação dos diferentes recintos.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.