REGIÃO

REGIÃO -

Homem que agrediu namorada grávida obrigado a sair de casa

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Tribunal de Guimarães aplicou pulseira electrónica a um homem, obrigando-o a sair de casa e a apresentar-se duas vezes por semana no posto policial da área de residência, depois de ter sido detido por violência doméstica contra a namorada grávida.

«O detido, após ter sido presente ao Tribunal Judicial de Guimarães, no dia 13 de Agosto, ficou sujeito às medidas de coacção de apresentações bissemanais no posto policial da área de residência, obrigação de abandonar a residência da vítima e proibição de se aproximar da vítima controlado por pulseira electrónica», refere a GNR em comunicado.

PUBLICIDADE

O homem, de 27 anos, foi detido na quinta-feira por violência doméstica contra a namorada, que está grávida de 35 semanas, tendo os militares da GNR constatado «que o agressor tinha ameaçado, injuriado e agredido a vítima», com quem coabitava há cerca de três anos.

Segundo a GNR, «o suspeito exercia reiteradamente violência física e psicológica sobre a vítima, tendo-se verificado que os comportamentos agressivos tiveram um escalar de violência nas últimas semanas».

«O indivíduo chegou a agredir a vítima na marquise da casa onde coabitavam, partindo com as próprias mãos os vidros desta divisão, ferindo-se a si mesmo e à vítima com os estilhaços dos vidros, tendo esta recebido tratamento hospitalar», refere.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.