BRAGA

BRAGA -

Hospital de Braga abre inquérito a morte de jovem mandada para casa com Covid-19

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Hospital de Braga abriu um inquérito às causas da morte, com Covid-19, de uma jovem de 18 anos que foi mandada para casa por uma médica, com a indicação de tomar “ben-u-ron”, revelou a unidade hospitalar.

Entretanto, a mãe, Susana Quintas, disse a “O Vilaverdense” que a jovem, que sofria de várias patologias e tinha um elevado défice cognitivo, foi levada na passada sexta-feira ao Hospital, onde foi vista por uma médica.

PUBLICIDADE

Apesar de apresentar um quadro febril elevadíssimo e ter a tensão muito baixa, foi devolvida à residência com a indicação à progenitora para que cuidasse dela e chamasse uma ambulância se o estado de saúde piorasse.

Na última terça-feira, de madrugada, a rapariga piorou e teve uma paragem cardio-respiratória, tendo a mãe telefonado para o serviço Saúde 24, onde lhe disseram para chamar uma ambulância, o que fez, de seguida, ligando, sem êxito, para os Bombeiros Voluntários da cidade, que não tinham meios para o transporte.

Face ao agravamento do estado da saúde da doente, ao final da manhã de quarta-feira, a família ligou ao INEM, que acorreu com celeridade à residência tendo os médicos conseguido que recuperasse a pulsação ainda durante o transporte. Infelizmente, faleceu logo a seguir.

A mesma fonte diz que a família pondera processar a unidade hospitalar.

O Hospital lamenta o falecimento e apresentou os pêsames à família.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.