SAÚDE

SAÚDE -

Hospital de Braga fez primeiro implante de pacemaker sem eléctrodos

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Equipa de Arritmologia do Hospital de Braga implantou esta quinta-feira, pela primeira vez, o pacemaker sem eléctrodos, «através de um procedimento minimamente invasivo», anunciou a unidade hospitalar.

Em comunicado, o Hospital de Braga refere que este dispositivo é mais conhecido por ser o pacemaker “mais pequeno do mundo” e trata-se de «uma pequena cápsula que é implantada directamente no coração, mais propriamente no ventrículo direito, através de um cateter inserido pela veia femoral».

PUBLICIDADE

«Esta nova tecnologia evita a cicatriz da cirurgia convencional e o facto de não ter eléctrodos torna este dispositivo menos susceptível a complicações a longo prazo, nomeadamente infecções ou disfunção dos eléctrodos», afirma.

Segundo o Hospital, o dispositivo implantado foi lançado apenas no final do ano passado e este novo modelo acresce de nova tecnologia, que permite, para além de assegurar o ritmo cardíaco, ter a mais-valia de fazê-lo de forma mais fisiológica, mantendo a sincronia da contracção das cavidades cardíacas.

«Esta nova funcionalidade vai permitir alargar o espectro de doentes candidatos a implante, que até ao momento se restringe a doentes com alto risco de infecção ou sem acessos venosos para implante de um sistema de pacemaker convencional», garante.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.