VILA VERDE

VILA VERDE -

Investidores apresentam à Câmara projecto para “resort” em quinta de Cabanelas

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Para já é apenas uma intenção de investimento, ainda sem projecto concreto. Para poder ser analisado pela Divisão de Urbanismo, terá de ser feito um Pedido de Informação Prévia à Câmara, o que ainda não sucedeu.

É assim que reage, ao jornal “O Vilaverdense”, fonte ligada ao processo sobre a hipótese de Vila Verde poder vir a ter um “resort” de luxo, construído na quinta de Salgueiró, que foi do ex-autarca de Braga, Mesquita Machado, e que fica junto ao Rio Cávado, na freguesia de Cabanelas.

PUBLICIDADE

A quinta foi vendida em 2019 ao empresário Hernâni Vaz Antunes, um dos maiores de Braga, com actividade em várias áreas de negócio. Desconhece-se, no entanto, se será ele a investir no “resort”, caso este venha a ter a possibilidade de avançar.

A iniciativa foi apresentada, no final de Setembro, ao executivo municipal, a quem foi dito que a construção poderá ter início a breve prazo, se a Câmara o aprovar.

“O Vilaverdense” contactou o presidente da Câmara, António Vilela, que não quis comentar, dado nada haver ainda «de concreto». De qualquer modo, para que o investimento se venha a realizar, será preciso alterar o Plano Director Municipal, dado que a quinta está, naturalmente, classificada como terreno agrícola, nela se produzindo vinho verde, comercializado, precisamente, com o nome de Quinta de Salgueiró.

O espaço pertencia, há 20 anos, à família Pachancho, uma das mais conhecidas e inovadoras na indústria de Braga e que chegou a produzir motorizadas, tendo sido comprada por Mesquita Machado e gerida pela mulher.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS