EUROPA -

EUROPA - -

Isabel Estrada Carvalhais co-organiza evento sobre o papel das mulheres na sustentabilidade das famílias e das comunidades rurais em Bruxelas

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Isabel Estrada Carvalhais é, esta terça-feira, 15 de Outubro (Dia Internacional da Mulher Rural), co organizadora de um evento no Parlamento Europeu (PE) com a chancela das confederações COPA COGECA que pretende «debater o papel das mulheres na garantia da sustentabilidade das famílias e das comunidades rurais, melhorando os meios de subsistência e o bem-estar comum».

Em nota enviada, a eurodeputada considera fundamental «identificar todos os obstáculos e descobrir as melhores práticas para alterar um contexto actual de grande dificuldade», acrescentando que é de enorme mais valia «incentivar as mulheres a empreenderem nas áreas rurais, através de formação especializada».

Temas como o acesso à educação e à formação profissional são essenciais para o aumento do emprego feminino e para promover a capacitação das mulheres, concorrendo também para a garantia da renovação sustentável na agricultura e para o desenvolvimento sustentável das áreas rurais.

PUBLICIDADE

As zonas rurais representam 93% do território da UE, mas apenas 28% da sua população vive nestas áreas. A eurodeputada, que integra a Comissão de Agricultura no PE, realça que «Portugal e o Minho também vivem estas realidades», afirmando que «é fundamental atrair e reter pessoas qualificadas, combater o envelhecimento das populações agrícolas, para melhorarmos o rendimento per capita destes territórios».

Por outro lado, na Europa, 35,1% da força de trabalho agrícola é do sexo feminino – o que demonstra que a sua participação é menor que a população activa total – e apenas 30% dos gestores agrícolas são mulheres.

DIA INTERNACIONAL DA MULHER RURAL

No âmbito do Dia Internacional da Mulher Rural – realizado pela primeira vez em 2008 – é reconhecida uma importante contribuição das mulheres rurais, para incrementar o progresso da agricultura, melhorando a segurança alimentar, a sustentabilidade familiar e o combate à pobreza.

«Contudo, elas enfrentam barreiras estruturais e sociais discriminatórias, que restringem o seu poder de decisão e inibem em larga medida o devido reconhecimento do papel económico tão importante que têm em áreas como a Agricultura», sublinha, na mesma nota, Isabel Estrada Carvalhais.

Carvalhais é co-anfitriã, juntamente com a deputada francesa Anne Sander e a finlandesa Elsi Katainen, num evento que conta com um vasto painel de especialistas.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.